Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

IN SÉCULO 21

A fusão entre o iPad e o MacBook

Tim Cook tem insistindo em juntar o melhor dos dois mundo o Mac e o iPad, proporcionando uma melhor experiência aos utilizadores. O iPad Pro permite uma experiência parecida, no entanto limita-se ao iOS. Segundo os rumores mais recentes a Apple poderá lançar um MacBook Híbrido e provavelmente com suporte para caneta.

O iPad Pro é intitulado por muitos como um computador, no entanto com as limitações do iOS. Mas não são estas limitações que o impedem de ser um alto adversário aos computadores Windows híbridos, por exemplo os Surface, que perdem em praticamente todos os aspetos em relação ao iPad, principalmente no que toca a parte da caneta e da bateria.

404D5AE4-624B-4AFC-91D6-8199BA27AD1C.jpeg

 

Em 2010, Steve Jobs apresentou o iPad e deixou a previsão de que este tipo de dispositivos íam substituir os computadores pessoais. Desde então, os tablets como os smartphones evoluiram muito, e hoje fazemos nestes dispositivos grande parte das tarefas que antigamente fazíamos num computador. E, por isso, Satya Nadella, CEO da Microsoft, lançou uma pequena crítica ao iPad e às suas limitações que, na sua opinião, o tornam uma máquina limitada para trabalho.

Satya Nadella tem estado a apresentar, um pouco por todo o mundo, o seu novo livro “Hit Refresh”. Numa dessas apresentações, desta vez na Índia, Satya Nadella dirigiu-se aos jornalistas presentes que tinham iPads, dizendo: “You need to get a real computer, my friend.”
A verdade é que a Microsoft e Apple têm filosofias muito diferentes quanto à definição de computadores e de tablets. Apesar de a Apple ter uma gama de computadores, incluindo os portáteis MacBook, a marca acredita que para grande parte das tarefas executadas pelos seus utilizadores, um iPad é a solução e o equipamento ideal.

A verdade é que a Apple e a Microsoft têm defenições diferentes de computador e não se pode escolher um vencedor, enquanto que a Apple se preocupa com o ecossistema, com o design e com um certo luxo a Microsoft preocupa-se com a potência e com o desempenho, no entanto o verdadeiro ponto que poderá atribuir um verdadeiro vencedor é o software que depende do gosto de cada utilizador.

Mas se Apple lançar um MacBook híbrido onde junta o melhor dos iPads com o melhor dos MasBooks estará muito à frente da Microsoft no que toca a híbridos.